Arquivo | Pequeno Pensamento do Clube RSS feed for this section

Serelepe!!A criança que ainda deve existir em você!!!!

12 out

Serelepe,

Serelepe é daqueles sentimentos românticos, gostosos que faz a gente desejar ficar daquele jeito pra sempre. Serelepe combina com música, com vento no cabelo, com bolo de brigadeiro, com abraço de amigo, com sorriso! Me desculpem os ranzinzas, mas quando estamos serelepes ficamos beeeeem mais bonitos!

Receita pra um momento serelepe:

2 xícara cheias de felicidade (daquelas puras, difícil de encontrar).

3 gargalhadas daquelas que você soltava só no colégio, durante as aulas.

4 dias incríveis de sol, praia, camarão e mojito.

3 piadinhas internas, de preferência aquelas que envolvem palavras inventadas.

1 xícara de ‘poderia ter dado muita merda’.

E amigos a gosto.

Bata tudo e deguste bem devargarzinho, contemplando cada segundo.

Serelepe é quando você sorri pro vento, e nem nota que é segunda-feira. Dança com a música do supermercado. Acorda cedo no sábado e põe biquini antes de escovar os dentes. É vontade de correr por aí de braços abertos, bem cafona, bem Kaoma. É comemorar o Natal em junho, usar chinelo com meia no restaurante e andar pelas ruas descalço. É andar de bicicleta, correr da chuva pulando poça, é andar sem rumo curtindo a paisagem gênia.

Serelepe é quando a alma faz a coreografia de ‘Total Eclipse Of The Heart’ e o coração gargalha de doer a barriga.

Serelepe é você ser a criança que existe em Você!!!!!!!!!!!

Texo de Daniela Bogorocin, dona do Tumblr Sinta-se á vontade, amor

Bjinhos Lú Leme

Anúncios

Para todas às idades, não somente aos 20!!!!!

5 set

Síndrome dos Vinte e tantos anos

A chamam de “crise do quarto de vida”. Você começa a se dar conta de que seu círculo de amigos é menor do que há alguns anos. Dá-se conta de que é cada vez mais difícil vê-los e organizar horários por diferentes questões: trabalho, estudo, namorado (a) etc…
E cada vez desfruta mais dessa cervejinha que serve como desculpa para conversar um pouco. As multidões já
não são “tão divertidas”. E às vezes até lhe incomodam. E você estranha o bem-bom da escola, dos grupos, de socializar com as mesmas pessoas de forma constante.
Mas começa a se dar conta de que enquanto alguns eram verdadeiros amigos, outros não eram tão especiais depois de tudo. Você começa a perceber que algumas pessoas são egoístas e que, talvez, esses amigos que você acreditava serem próximos não são exatamente as melhores pessoas que conheceu e que o pessoal com quem perdeu contato são os amigos mais importantes para você. Ri com mais vontade, mas chora com menos lágrimas e mais dor.
Partem seu coração e você se pergunta como essa pessoa que amou tanto pôde lhe fazer tanto mal. Ou, talvez, à noite você se lembre e se pergunte por que não pode conhecer alguém o suficiente interessante para querer conhecê-lo melhor. Parece que todos que você conhece já estão namorando há anos e alguns começam a se casar.
Talvez você também, realmente, ame alguém, mas, simplesmente, não tem certeza se está preparado para se comprometer pelo resto da vida.
Os rolês e encontros de uma noite começam a parecer baratos e ficar bêbado e agir como um idiota começa a parecer, realmente, estúpido… Sair três vezes por final de semana lhe deixa esgotado e significa muito dinheiro para seu pequeno salário. Olha para o seu trabalho e, talvez, não esteja nem perto do que pensava que estaria fazendo.
Ou, talvez, esteja procurando algum trabalho e pensa que tem que começar de baixo e isso lhe dá um pouco de medo.
Dia a dia, você trata de começar a se entender, sobre o que quer e o que não quer. Suas opiniões se tornam mais fortes. Vê o que os outros estão fazendo e se encontra julgando um pouco mais do que o normal, porque, de repente, você tem certos laços em sua vida e adiciona coisas a sua lista do que é aceitável e do que não é…
Às vezes, você se sente genial e invencível, outras… Apenas com medo e confuso. De repente, você trata de se obstinar ao passado, mas se dá conta de que o passado se distancia mais e que não há outra opção a não ser continuar avançando. Você se preocupa com o futuro, empréstimos, dinheiro… E com construir uma vida para você. E enquanto ganhar à carreira seria grandioso, você não queria estar competindo nela.
O que, talvez, você não se dê conta, é que todos que estamos lendo esse texto nos identificamos com ele. Todos nós que temos “vinte e tantos” e gostaríamos de voltar aos 15-16 algumas vezes. Parece ser um lugar instável, um caminho de passagem, uma bagunça na cabeça…
Mas TODOS dizem que é a melhor época de nossas vidas e não temos que deixar de aproveitá-la por causa dos nossos medos… Dizem que esses tempos são o cimento do nosso futuro.
Parece que foi ontem que tínhamos 16… Então, amanhã teremos 30?! Assim tão rápido?

FAÇAMOS VALER NOSSO TEMPO!!!

Bjinhos Lú leme

Celebrar o Amor…

12 jun

Bom dia, meninas!!!Hoje é um dia para celebrar o AMOR, confesso que nunca fui muito apegada a datas, e estava até falando no café da manhã para minha mãe que achava esse negócio de Dia dos Namorados uma coisa boba, foi quando liguei a televisão e comecei a ver no Programa da Ana Maria uma surpresa para um casal mega apaixonado, que nunca tinha viajado para lugar algum e tinham acabado de ganhar uma Lua de Mel do programa, ver aquele AMOR começou a me amolecer.

Então liguei o computador e vi no facebook declarações apaixonadas das minhas amigas para os namorados, amoleci mais ainda, meu celular apita e recebo uma mensagem linda do meu namorado, o que aconteceu então? Fui picada belo bichinho do AMOR e essa data que para mim era banal de repente se transformou em um dia para celebrar o AMOR, comecei a pensar em mil surpresas, presentes, poesias e mudar o post que  já estava em minha cabeça sendo assim nada melhor do que imagens para traduzir o sentimento de hoje…e de sempre neh!!!!!!!!